A criança e sua adaptação à escola

adaptacao.escolaNossa capacidade de adaptação às novas situações não se pode comparar com a capacidade de uma criança quando se depara com pessoas e lugares diferentes como a escola. Nós levamos uma bagagem de experiências que fazem com que a adaptação seja uma situação mais suave e controlada. E isso não é o caso das crianças na escola. Na primeira infância, tudo é novo para elas. E somente nós, os pais, podemos ajudá-las com o apoio e as exigências dos filhos.

Conselhos para uma boa adaptação na escola

– No princípio, leve a criança por algumas horas e pouco a pouco vá aumentando o horário. Cada criança necessita de seu tempo.

– Deixe que a criança leve, se assim o desejar, seu brinquedo favorito, algo que seja familiar e o mantenha unido com seu lar.

– Não prolongue as despedidas em excesso. Tem que passar segurança à criança de que o que está fazendo é o melhor para ela.

– Quando sair da creche, deve dedicar-lhe mais tempo à criança, brincando com ela. É bom que ela descubra que o que faz no centro não é tão diferente do que faz habitualmente em casa. Anime-a a compartilhar contigo asexperiências que aprende na creche. E demonstre alegria e entusiasmo por seus progressos.

– É conveniente que a mãe e o pai levem e tragam a criança. Isso proporcionarásegurança. E se acostumará antes à mudança.

– Sempre que considere necessário, fale com a professora sobre suas dúvidas, inquietudes e sobre alguma mudança observada pela criança.

– Busque estar informada sobre as atividades que estão desenvolvendo na sala de aula: fichas, canções novas, estações do ano, etc, para entender e potencializar suas conquistas.

– Os aspectos da evolução da criança devem ser coordenados com as educadoras (retirada da fralda, da chupeta, etc.).

– Procure levar em conta o que é que come cada dia na creche para poder oferecer-lhe uma dieta mais equilibrada.

– Nada de pressa pela manhã. Procure despertá-la com tempo para que tome o café da manhã tranquilamente e se dirija sem agonia à creche.

Fonte: guiainfantil.com

Comentários

Comentários

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta