Mais um anjinho volta para seu lar. Adeus Rayllan

MATEUS 19. Jesus lhes ordenou: “Deixai vir a mim as crianças, não as impeçais, pois o Reino dos céus pertence aos que se tornam semelhantes a elas”.

MATEUS 19. Jesus lhes ordenou: “Deixai vir a mim as crianças, não as impeçais, pois o Reino dos céus pertence aos que se tornam semelhantes a elas”.

Sim, é uma foto forte, impactante, muitos vão filosofar e chegar a conclusão que ela nem deveria ser publicada. Mas eu vos falo, tem e deve ser espalhada para o mundo.

Porque esta foto retrata o sofrimento real de uma mãe, da Jaíne Teixeira Ramos, que só queria que seu filinho Rayllan, tivesse a oportunidade de ao menos lutar pela sua vidinha.

Mas esse direito lhe foi negado. A juíza que cuidava da ação judicial do guerreirinho não deve ter percebido a urgência do caso, pois é, ela economizou para a união míseros 3 milhões e aqui, são míseros mesmo, principalmente em se tratando de Brasil. País que viu e vê seus politicos roubarem bilhões.

Mais um anjinho está partindo, voltando para os braços do papai. Espero que Deus propicie paz para a familia do Rayllan e que a dor dessas pessoas comovam a sociedade, porque temos que sair dessa inércia que vivemos, temos que parar de ser egoistas.

O sofrimento do meu próximo é o meu também, se essa ideia se espalhasse, todos se ajudariam. Mas não!!! É cada um por si e olha lá se é Deus por todos, se bobear, monopolizam até ele.

Se 00possível façam uma oração para o Rayllan, o Pai Nosso está ótimo

Estou anos luz de seguir os ensinamentos de Jesus Cristo, pelo contrário, faço mais merda do que coisas certas, mas um eu aprendi e faço questão de segui-lo, ao pé da letra:

Mateus 19
13Então, trouxeram-lhe algumas crianças, para que lhes impusesse as mãos e orasse por elas. Os discípulos, contudo, os repreendiam. 14Mas Jesus lhes ordenou: “Deixai vir a mim as crianças, não as impeçais, pois o Reino dos céus pertence aos que se tornam semelhantes a elas”.

Não permitam que os pequeninos sofram, cuidem, protejam, são seres de luz, anjos, totalmente dependentes.

Magistrados, imploramos, sejam mais misericordiosos com esses indefesos, pensem no sofrimento dos pais, dos familiares. O poder de suas canetas, tem a capacidade de salvar inúmeras vidas.

Digam não ao descaso que fazem com nossas crianças, não só as enfermas, mas a todas. Se abale, se revolte, se indigne, cobre, cobre muito, temos tantas ferramentas que nos possibilitam isso! Twitter, Facebook, Instagram, SnapChat, façam que essas novas mídias sejam as vozes daqueles que não podem falar, gritem por eles. Sintam-se responsáveis pela vida de cada um desses “serzinhos”. Eles precisam de muitas vozes, milhares, porque só assim os sofrimentos deles seram ouvidos.

Diga não ao abuso fisico e psicológico, a pedofilia e qualquer a tipo de crueldade que possas ser feita contra esses anjos indefesos.

Que futuro teremos se não somos capazes de zelar, cuidar e amar as nossas crianças?

Com muita tristeza
Rodrigo Genta

Comentários

Comentários

Compartilhe

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta