Lucas Costa

lucasVenha fazer parte da nossa luta para proporcionar uma melhor qualidade de vida para o Lucas, que é portador de uma doença rara, chamada epidermolise bolhosa

O guerreirinho Lucas Costa conta com sua solidariedade e bondade para poder comprar e fazer seu tratamento para aliviar as dores em seu corpinho.

Hoje uma das maiores necessidades do Lucas, é um creme, que se chama Curefini. O produto vem de Miami, EUA, custa 30 dolares e são gastos de 8 a 10 potes diários, devido a troca so curativos, que acontecem duas vezes  ao dia

 

CONTAS PARA DOAÇÕES

Banco Itaú
Titular: Vanessa Alves da Costa (Mãe do Lucas)
CPF: 052.411.296-77
Agência: 0238
Conta Poupança:86668-5/500

BANCO DO BRASIL
Titular: Lucas Alves Costa
CPF: 108.331.846-28
Conta Corrente: 35601-8
IBAN (Código necessário para depósito de outros países): 001147960000356018

O QUE É A  EPIDERMOLISE BOLHOSA

É uma doença genética que atinge crianças, jovens e adultos. Ela é caracterizada pela fragilidade da pele e da mucosa por causa de uma alteração na síntese de proteínas que unem as camadas da pele. Sem essa proteína a camadas da pele se separam muito facilmente, sob qualquer pressão ou atrito. Por isso, as áreas de dobras e extremidades costumam ser mais sensíveis, assim como mucosas labial e ocular. Nesse sentido, prejudica a realização de movimentos. Mesmo assim, as crianças não tem restrição para frequentar a escola e as atividades físicas podem ser discutidas com o médico que faz o acompanhamento.

A doença se apresenta em três tipos: simples, distrófica e juncional. Na forma simples,  as bolhas são bem dolorosas, mas a cicatrização não deixa grandes danos permanentes e as crianças tendem a melhorar a medida que a idade avança.  Na distrófica, as bolhas surgem espalhadas, são constantes e deixam cicatrizes. A juncional é a mais grave, atinge o esôfago, estômago, duodeno, intestino, fazendo que o paciente tenha lesões internas e não consiga deglutir ou digerir os alimentos.

Facebook do Lucas

 

Comentários

Comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. Rifa do Luquinhas, melhor investimento do ano | Fazer o Bem, é Bom - 17 de junho de 2016

    […] Lucas Costa […]

Deixe uma resposta