Matheus passa por cirurgia para troca de cateter, e mãe faz apelo para campanha prosseguir

internadopostado em 15/11/2015

O garotinho Matheus, de seis anos, que sofre de displasia neuronal no intestino e que nos últimos meses tem mobilizado milhares de pessoas em todo o Brasil com sua luta pela vida, venceu mais um obstáculo na noite desse sábado. Ele foi submetido a um procedimento cirúrgico no Hospital das Clínicas, em Belo Horizonte, para troca do cateter que o nutre e o hidrata 24 horas por dia. A sonda que ele utilizava arrebentou e precisou ser retirada.

A mãe do menino, Gecilene Oliveira, contou por meio de sua conta no Facebook que Matheus não se abateu com esse imprevisto. Ele entrou no bloco cirúrgico “sorrindo e cantando”. Neste domingo, Matheus recebeu alta e voltou para casa, em Betim, Região Metropolitana de BH.

A displasia neuronal no intestino é uma doença rara e que impede Matheus de se alimentar normalmente. Ele precisará passar por um transplante de intestino nos Estados Unidos e todo o tratamento tem um custo de US$ 1 milhão, cerca de R$ 4 milhões. Por conta da doença, o menino também perdeu a visão.

Como Matheus é cruzeirense, a torcida e o time azul abraçaram a campanha de doações de recursos. Posteriormente, com a ampla divulgação do caso em rede nacional, jogadores e torcedores de Atlético, América e outros clubes do país também entraram na corrente de solidariedade. Nas últimas semanas, personalidades da música e do esporte têm se empenhado para ajudar o garotinho. Paralelamente, a família de Matheus tenta, na Justiça, que o governo arque com os custos do tratamento fora do Brasil.

Logo após a cirurgia deste sábado, a mãe de Matheus pediu que a campanha não seja esquecida e que as doações continuem. “Nunca eu queria estar aqui expondo a vida do meu filho e a minha se não fosse pra tirá-lo desse sofrimento diário. Me ajudem a dar outra vida ao meu filho. Apesar da alegria que ele esbanja não é suficiente pra ter uma vida plena… Obrigado pelo apoio. Pelas orações e carinho”, postou em sua página.

Fonte: site superesportes.com.br

Comentários

Comentários

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta